terça-feira, 5 de junho de 2012

Valentine's Night - Uma história de Amor... Na Pista de Dança



O que se pode esperar de uma noite de outono do mês de Junho? A menina dos Olhos Esmeralda questionava-se incessantemente. Em sua mente, muitas coisas vinham. Já estava cansada da mesmice em que vivia. Já estava cansada das mesmas coisas, mesmas ações, mesmas músicas a tocar de maneira incessante em sua vidinha pacata. 
Ela queria ousar. Queria se destacar. Queria viver um romance. Mas pela primeira vez, não desejou um romance romântico, com juras eternas de um amor sincero e verdadeiro. Não...


Ela queria um romance "ruim". De apenas uma noite.


E determinada, ela jogou-se nos sedutores braços da noite. Cobriu-se de um brilho que  até então achava-se esquecido em seu baú secreto, deixou os cabelos cor de sol esvoaçarem ao vento. Caminhou sem medo pelas ruas, a euforia palpitando inquieta e alucinada dentro de seu coração, tal como a música que ecoava em sua mente.  Vagava por um mar de gente, cujos olhares eram verde-absinto. Invejavam o brilho que carregava em seus olhos, pois o queriam. 


Logo as luzes claras se tornaram negras, mil e uma outras piscando em uma coreografia hipnotizante... Logo, a  música tocou. Alta, batida forte... Intensa o bastante para fazer seu coração pulsar em pura euforia e mover seu corpo. Ah, era disso que ela precisava. Era ali o seu lugar... No meio daquela gente... Dançando de forma incessante, atraindo os olhares alheios...


E no meio destes olhares, ela o encontrou... Ou fora ele quem a encontrara? Não se sabe... 



Sob as hipnotizantes luzes, ele fazia questão de mostrar a que veio. Fazia a mais absoluta questão de brilhar em meio aos olhares absinto. Sem medo ou timidez. Brilhava como um cristal.


Um diamante... Um diamante das mais diversas e belas cores.


No entanto,  quando o olhos dele encontraram com os dela, algo aconteceu. Algo que nem mesmo os deuses sabiam expressar. 


Era o destino que finalmente havia se cumprido. O destino havia feito seu movimento, fazendo com que seus caminhos finalmente se cruzassem, os levando em apenas uma estrada... Onde a noite, a pista de dança e a música os uniam em um elo forte e quase impossível de ser quebrado.


O destino não somente garantiu à menina um "romance ruim"... Como também, um fiel aliado.



Para ele, aquela menina era única e especial. do seu modo, mas era. Sua diva que brilhava na pista de dança, sem medo dos olhares absinto. 


E para ela, aquele garoto era o conjunto de cores que reavivaria sua vida, que antes era somente composta de matizes cinzentas. O diamante das mais belas cores e dono de um brilho único, que traria o brilho e a beleza que tanto lhe fazia falta naquele momento.




E não houveram noites onde a música se fazia reinar e que eles não estivessem lá, prontos para deixar seu rastro brilhante por onde passassem. Pois estavam destinados a isso. A noite era o lugar deles... De seu show único e ofuscante - com direito a passos inventados, risos e beijos roubados... O palco? A pista de dança. A música era o combustível... A energia que os movia, deixando-os novos em folha para ofuscar sempre mais. E não importa o quão difícil fosse para se encontrarem... Não importava quantas e quais fossem as barreiras que tentava impedi-los em seu "caminnho reluzente"... Não havia nada nem ninguém que os separasse... Pois eles não permitiam isso... Nem eles, nem mesmo o destino.


Pois onde houvesse a noite... Onde houvesse a pista de dança... Onde houvesse a música... Lá estaria ela... A menina dos olhos de esmeralda, juntamente com ele... O garoto do diamante brilhante.


Poderia ser esta uma história de amor? Eu creio que sim... Ainda mais se for escrita em meio à pista de dança.

Um comentário:

Lulis Paz disse...

Meus olhos brilharam *-*
Nosso "Romance Ruim" acho que relutará por mais algumas indas e vindas noturnas.
Muitas...Infinitas, creio.
Achei tão romântico, contemporâneo.
Um filme!
Shakespeare adoraria.
Ou até Tarantino.
Enfim, muito digno.

You are my Dancing Queen... (8)